Veias de aranha

Veias de aranha (classificadas como uma subforma de varizes na medicina) são veias finas, mas claramente visíveis na camada mais externa da pele. Elas se desenvolvem principalmente nas pernas.

Veias de aranha – veias visíveis sob a pele

As veias de aranha são veias superficiais distendidas nas pernas que formam uma rede sob a pele. Embora uma única veia de aranha tenha apenas alguns milímetros de comprimento, elas se cruzam de um lado para o outro através de partes da perda e da coxa, formando como se fosse uma teia de aranha. É daí que vem o nome. Veias de aranha pequenas tem coloração vermelho vivo. Conforme elas aumentam, elas passam a ter um tom azul.

O que causa as veias de aranha?

Veias de aranha contam como varizes. Elas também têm as mesmas causas:

  • As paredes das veias se tornam flácidas com a idade.
  • O sangue deixa de ser transportado suficientemente rápido e se acumula nas pernas.

Especialistas estimam que cerca de metade da população seja afetada por veias de aranha. As mulheres são afetadas com mais frequência que os homens. A causa de paredes vasculares fracas e veias de aranha é o tecido conjuntivo frouxo, o que pode ser hereditário.

Como as veias de aranha são tratadas?

Em muitos casos, as veias de aranha não fazem mal e tendem a ser uma questão cosmética. De uma certa distância, as áreas afetadas da pele parecem hematomas e a estrutura em rede dos vasos pequenos só se torna aparente quando se olha mais de perto. Se o indivíduo afetado se incomodar com esses pequenos vasos sanguíneos, existem diversas maneiras de removê-los:

O que acontece se as veias de aranha não forem tratadas?

Se as veias de aranha continuarem superficiais, a circulação para as pernas ainda é garantida. Na maioria dos casos, as veias de aranha não causam sintomas e, portanto, não precisam de tratamento.

Ocasionalmente, a rede de veias de aranha se expande sobre amplas áreas da pele, o que se torna doloroso.

Entretanto, as veias de aranha também podem ser um sinal visível de um distúrbio de veias maiores, mais profundas.

As veias de aranha que se desenvolvem abaixo da parte interna do tornozelo são uma forma especial de veias de aranha. Em via de regra, elas são o primeiro sinal de estase venosa crônica e devem ser tratadas. É por isso que é preciso que um médico examine as pernas do indivíduo afetado para eliminar a possibilidade de início de doenças venosas.