Terapia com ondas de rádio

A terapia com ondas de rádio é um outro método de tratamento de varizes que poupa tecidos.

Veias são obliteradas por aquecimento

O procedimento da terapia com ondas de rádio é comparável ao da terapia a laser, pois em seu caso também um cateter flexível é inserido na veia safena afetada e a veia é obliterada por aquecimento. A veia, então, morre e é subsequentemente degradada pelo organismo. Como no caso do tratamento a laser, pacientes com seguro de saúde estatutário na Alemanha têm que pagar pela terapia com ondas de rádio do próprio bolso, porque as seguradoras de saúde estatutárias, em geral, só reembolsam o custo da remoção cirúrgica de veias clássica.

Quem é candidato à terapia com ondas de rádio?

Em todos os casos de terapia com ondas de rádio, a veia safena só pode ser removida por terapia a laser se o sistema venoso profundo estiver saudável. Isso é verificado antes do tratamento, por exemplo, por um exame de ultrassom (ultrassonografia com Doppler). Diferentemente da cirurgia de remoção de veias, a terapia com ondas de rádio não deixa cicatrizes duradouras, então, o procedimento é mais adequado para pacientes que valorizam bastante o resultado estético. Além disso, diferentemente da terapia a laser, a terapia com ondas de rádio causa menos hematomas superficiais.

Como as varizes são tratadas com terapia por ondas de rádio

O método de tratamento com terapia com ondas de rádio é idêntico ao da terapia a laser. A única diferença é a energia usada para esclerosar as veias safenas de dentro para fora. Na terapia com ondas de rádio, a veia safena é aquecida com energia de radiofrequência bipolar. O decurso do tratamento, novamente, em palavras-chave:

  • Para anestesia local e para proteger os tecidos circundantes, um anestésico especial é injetado nos tecidos adiposos sob a pele e em torno da veia afetada.
  • Uma agulha oca é inserida na veia safena afetada acima do joelho ou no tornozelo.
  • O cateter de radiofrequência é inserido no segmento da veia afetada.
  • A veia é aquecida de dentro para fora e obliterada.

Após a terapia com ondas de rádio

A terapia com ondas de rádio é realizada, de modo geral, como um procedimento ambulatorial. Líquido continua a vazar para fora dos locais de acesso por algumas horas após o procedimento. A maior parte deste líquido é solução anestésica. Sangramento pós-operatório é raro. No dia útil seguinte após o tratamento, o médico realiza uma inspeção do paciente para verificar o resultado do procedimento, que pode ser seguida de mais acompanhamentos, se necessário. Exercícios leves são úteis após o procedimento. Entretanto, o paciente deve evitar exercícios físicos intensos e não deve levantar pesos pesados ou ficar em pé por longos períodos de tempo. Uma meia de compressão deve ser usada, em geral, apenas por uma semana. Isso ajuda a prevenir possíveis efeitos colaterais do procedimento. Complicações são raras e podem incluir:

  • Dor grave
  • Distúrbios de cicatrização da ferida
  • Reações de hipersensibilidade ao anestésico
  • Infecções
  • Trombose.

A insuficiência venosa, em si, não pode ser curada com cirurgia de varizes. Portanto, os pacientes devem continuar a usar suas peças de vestuário de compressão todos os dias após uma cirurgia venosa bem-sucedida, para prevenir o surgimento de novas varizes e desfrutar dos resultados da operação nos anos vindouros.

Rate this Content

 
 
 
 
 
 
 
Rate
 
 
 
 
 
 
0 Rates
0 %
1
5
0