Terapia a laser

A terapia a laser endoluminal é um procedimento para o tratamento de varizes delicado para os tecidos, pois não são necessárias incisões na pele.

As veias são obliteradas pelo calor aplicado ao lúmen

A luz do laser aplicada dentro das veias (endoluminal) é usada para obliterar a região da veia safena que foi afetada pela doença de varizes. A veia morre e é degradada pelo organismo. Como os seguros de saúde estatutários alemães só reembolsam os custos da cirurgia clássica de remoção de veias, os pacientes têm que pagar do próprio bolso a terapia a laser.

Quem é candidato à terapia a laser?

Em princípio, quase todos os pacientes que sofrem de varizes das veias safena podem ser submetidos a terapia a laser. Como no caso da cirurgia de remoção, a veia safena só pode ser removida por terapia a laser se o sistema venoso profundo estiver saudável. Isso é verificado antes do tratamento, por exemplo, por exame por ultrassom (ultrassonografia por Doppler). Como não são necessárias incisões na terapia a laser e, portanto, não existem cicatrizes duradouras, o procedimento é mais adequado para pacientes que valorizam grandemente o resultado cosmético.

Como é o tratamento de varizes por terapia a laser endoluminal

Uma agulha oca é inserida na veia safena afetada, como quando se coleta uma amostra de sangue, acima do joelho ou no tornozelo. O médico responsável avança a fibra a laser condutora de luz, ao longo da veia, até o início do segmento afetado, orientando-se por ultrassonografia. A energia do laser emitida pela ponta da fibra aquece (coagula) o sangue e a parede venosa. Isso oblitera a veia. Todo o segmento afetado da veia é tratado conforme a fibra de laser é lentamente retirada. A terapia a laser é aplicada sob anestesia local. Para tal, o médico injeta um anestésico especial nos tecidos adiposos, sob a pele, em torno da veia afetada. Durante a terapia a laser, esta solução garante que

  • os pacientes não sintam dor, exceto, talvez, por uma sensação de calor,
  • a veia seja comprimida, o que permite que a energia do laser chegue melhor às paredes do vaso,
  • os tecidos adjacentes sejam protegidos contra o superaquecimento pela energia do laser, e
  • os tecidos adjacentes não sofram inflamação.

 

 

 

Após a terapia a laser

Após o tratamento, que é realizado em grande parte ambulatoriamente, os pacientes usam meias de compressão por cerca de quatro semanas. O médico verifica o resultado do tratamento em exames de acompanhamento. Os possíveis efeitos colaterais do procedimento que, em geral, desaparecem após um curto período de tempo, ou podem ser evitados pelo uso de meias de compressão, podem ser:

  • Hematomas
  • Inchaço
  • Queimaduras
  • Lesões nos nervos, vasos e órgãos adjacentes
  • Distúrbios sensoriais
  • Acúmulo de líquido linfático

 

 

 

 

 

 

Complicações são mais raras e podem incluir:

  • Dor intensa
  • Distúrbios de cicatrização da ferid
  • Reações de hipersensibilidade a anestésicos
  • Infecções
  • Trombose

 

 

 

 

 

A insuficiência venosa em si não pode ser curada por cirurgia de varizes. Portanto, os pacientes devem continuar a usar suas peças de vestuário de compressão todos os dias após a cirurgia venosa bem-sucedida, para impedir o surgimento de novas varizes e desfrutar dos resultados da cirurgia em anos vindouros.

Rate this Content

 
 
 
 
 
 
 
Rate
 
 
 
 
 
 
0 Rates
0 %
1
5
0