Dieta saudável

Dicas para manter uma dieta saudável no trabalho

Como manter a sua produtividade

Aprecie a sua refeição! É bem possível que muitos de vocês já consigam ter uma dieta saudável no trabalho. Contudo, existem aqueles que dizem que não têm tempo de fazer uma refeição saudável e de comer em paz.

Seja você uma enfermeira ou um profissional de vendas, todos os grupos profissionais têm necessidades diferentes. Um pedreiro precisa de cerca de um terço mais calorias que um funcionário de escritório. A jornada de trabalho também varia. Sendo que alguns têm acesso a uma cantina, enquanto outros têm de improvisar. No entanto, há uma regra de ouro que se aplica a todas as profissões: o ideal é consumir cinco porções de fruta e vegetais por dia.

Refeições regulares balanceadas o mantêm satisfeito e saudável - procure evitar e evite ter lanches doces ou com alto teor de gordura na sua mesa ou bancada de trabalho. Eles só satisfazem por um curto período de tempo. Além disso, eles prejudicam o seu desempenho, fazem com que você queira comer mais e sinta necessidade de tirar a soneca da tarde quando o cansaço bate após o almoço.

Com os alimentos certos, você garante a sua capacidade de produzir trabalho de alta qualidade por um longo período de tempo e evita doenças metabólicas. Descubra o que pode fazer para manter a sua produtividade.

Comida de cantina

De acordo com a Sociedade Alemã de Nutrição (DGE), o almoço perfeito tem baixo teor de gordura, mas é rico em nutrientes e fibras alimentares. Durante a semana, varie entre refeições vegetarianas, carnes e peixe e sirva-se liberalmente de saladas. Uma porção grande de salada pode substituir uma refeição principal. Acompanhamentos saudáveis consistem de batata, arroz e macarrão integral. Refeições leves, com baixo teor de gordura garantem que você possa manter a sua produtividade. De sobremesa, escolha uma salada de frutas colorida ou queijo coalho com frutas, não dê atenção aos bolos ou barras de chocolate.

A boa e velha marmiteira

Aqueles de nós que não têm acesso à cantina de uma empresa, ainda dependem da boa e velha marmiteira, sanduicheira ou lancheira. Isso também pode economizar tempo, pois não é necessário ficar na fila. Se você preparou comida demais, congele uma porção e aqueça-a na cozinha do escritório. Se não tiver micro-ondas disponível, você pode fazer sanduíches saborosos para comer. Vegetais frescos, patês vegetarianos, pesto ou requeijão cremoso conferem aos sanduíches um sabor especial. Salada é algo fácil de transportar, se mantiver o tempero em um recipiente separado. Você deve incluir também derivados de leite como iogurte, queijo coalho e queijo, pois eles fornecem cálcio, que é muito importante.

Fontes de energia

Olha! Vá em frente e faça um lanche! Mas, mesmo que seja tentador, nem toque em chocolates, bolachas e bolos. Doces aumentam o nível de glicose no sangue, então eles só aumentam a sua concentração por um curto período de tempo. Em momentos de estresse, é melhor recorrer a lanches ricos em triptofano, como bananas, castanhas de caju, abacate e abacaxi. Você se sentirá melhor, pois eles desaceleram o metabolismo da serotonina. Tomates-cereja, palitos de páprica, iogurte ou bolachas de arroz são fontes sensatas de energia para os momentos entre refeições.

Tome bebidas saudáveis no trabalho

A máquina de café é parte da mobília de quase todos os lugares. O motivo para isso é que a cafeína contida no café desperta e melhora o desempenho psicomotor. Entretanto, é importante que você beba quantidades adequadas de outros líquidos. Isso ajuda a prevenir fadiga e lapsos de concentração e o mantém fisicamente em forma. É melhor recorrer a água mineral, sucos de fruta com água mineral ou chás não adoçados.

Salvemos o horário do almoço!

Quando estamos estressados, tendemos a continuar trabalhando e, na melhor das hipóteses, comemos um sanduíche enquanto trabalhamos. Mas o nosso organismo precisa de fases de descanso, incluindo pequenas refeições, para permanecer produtivo e combater os inevitáveis períodos de queda energética. Quando comemos em paz, nos sentimos satisfeitos antes e não corremos o risco de comermos mais do que é bom para nós. Aos poucos, tente manter seus intervalos e notará como isso afeta positivamente o seu bem-estar. Não é coincidência que as leis trabalhistas determinam que um funcionário tenha direito a não trabalhar mais que seis horas consecutivas sem um intervalo. De acordo com o parágrafo 4, frase 1, da Lei de carga horária alemã (ArbZG), os intervalos também podem ser divididos em períodos de pelo menos 15 minutos cada. Uma situação em que ambos os lados se beneficiam: a empresa mantém um funcionário produtivo e o funcionário se mantém em forma, saudável e magro.

Oops, an error occurred! Code: 2018091916143096e2f7dc